Manual dos Cachos: Water Only (Lavar só com Água)

water only capa

Não se assuste: já pensou em lavar seu cabelo apenas com água? Devo admitir que a princípio isso não parece uma boa ideia, afinal, “como a água será capaz de remover o suor, a oleosidade, as bactérias e a sujeira do nosso couro cabeludo”? Mas esse método é beeeem antigo, provavelmente uns dos primeiros utilizados como forma de higienização das madeixas. O Water Only (ou “apenas água”) é uma forma de limpeza do No Poo no estilo do co-wash , então se joga!


PARTICIPE DO GRUPO NO FACEBOOK!


Princípios:

Como já sabemos, os sulfatos, presentes nos xampus tradicionais, são muito eficientes na remoção de sujeira, oleosidade e produtos do cabelo, mas junto com eles vai embora também a oleosidade natural do nosso cabelo (conhecida como sebo), que é produzido pelo nosso corpo para:

  • proteger nosso cabelo de danos externos
  • reter hidratação, prevenindo a perda de água dos fios
  • evitar a formação de nós
  • garantir o brilho natural que nosso cabelo precisa

Você pode evitar os sulfatos seguindo o Low Poo também, técnica na qual são usados xampus sem sulfatos, mas você ainda assim estaria removendo esses óleos naturais, apenas de uma forma bem menos agressiva – logo, você não resolve a questão da perda dessa proteção que nosso próprio organismo produz para os fios. Façamos co-wash, então? Sim, é uma ótima escolha! Mas optar pelo Water Only (ou pelo menos intercalar com co-wash) reduz o impacto ambiental do uso de cosméticos, que lançam substâncias químicas e prejudiciais aos nossos corpos d’água. Além disso, irá reduzir a sua produção de lixo, uma vez que você diminuirá ou não mais comprará produtos que vêm em embalagens plásticas não biodegradáveis – fora a economia $$$. Os prós são muitos, não? (:

Portanto, para cabelos que têm tendência a serem ressecados (em especial cacheados e crespos), seguir o water only é uma opção viável, econômica, saudável e amiga do meio ambiente e da sua própria natureza! A ideia desse método é que, lavando seu cabelo apenas com água, permitimos que as glândulas sebáceas do nosso couro cabeludo produzam sebo suficiente para cobrir nosso cabelo da raiz às pontas, protegendo, nutrindo e hidratando nossos fios da maneira que precisam.

E sim, essa técnica pode beneficiar também aquelas e aqueles que possuem cabelos cuja raiz constantemente fica oleosa! É o famoso efeito rebote, que quanto mais você remove a oleosidade natural do seu fio, mais seu corpo acha que precisa produzir, uma vez que os benefícios dessa proteção não estão ocorrendo. Então, pode ser que em pouco tempo suas glândulas sebáceas voltem a ficar reguladas e não mais produzam oleosidade em excesso!

Dá um pouco de medo, imaginar que o cabelo vai ficar mais embaraçado, seco, cheio de frizz, quebradiço e etc, mas relaxe! Isso não irá acontecer! Como eu mencionei, o sebo natural do seu couro cabeludo irá eventualmente cobrir toda a extensão do seu fio, e fazer toda a sua magia. Parece bom de mais pra ser verdade? Mas pense: fomos ensinadas(os) por muito tempo que precisamos não só ter o cabelo alisado (e muitas vezes recorremos a processos químicos perigosos para obter o desejado cabelo escorrido) mas que também precisamos de uma infinidade de produtos de limpeza e cuidados, e ficamos tão presas(os) a isso que não conseguimos imaginar um mundo para além disso. Talvez seja uma pressão exacerbada da indústria para que consumamos seus produtos, e toda essa lógica de “limpeza, condicionamento, hidrataçao, selagem, finalização” seja apenas para alimentar essa máquina. Será mesmo que precisamos recorrer a tantos produtos para obter um cabelo saudável e lindo? Enfim, vamos ao que interessa: como seguir o Water Only?





Como fazer? 

Primeiramente, certifique-se de lavar o seu cabelo de forma a remover o acúmulo de produtos dos fios. A argila pode ser uma opção para quem já segue o No Poo (leia nesse ou nesse post sobre o uso de argilas para lavar o cabelo!). Se você segue o Low Poo, lave uma ou duas vezes com um xampu sem sulfato de sua preferência e, caso não seja adepta(o) de nenhuma dessas, lave seu cabelo com um xampu com sulfato e inicie sua jornada No Poo (leia esse artigo antes para ter certeza de que está fazendo tudo certinho). Depois desse “detox”, não utilize produtos de hidratação, condicionamento/selagem e finalização, que mesmo que sejam liberados para No Poo, podem não sair com tanta facilidade apenas com o W.O. Se quiser alguma forma de hidratar o cabelo, siga receitas 100% naturais e caseiras! Por exemplo, essa hidratação e esse creme de pentear e, para condicionar, o meu favorito!

Massagem no couro cabeludo: em um outro dia, com o cabelo seco, estimule a sua circulação e as glândulas sebáceas massageando com muito carinho todo o seu couro cabeludo por uns dois minutos. Isso também ajudará a distribuir a sua oleosidade natural por toda a raiz do cabelo e soltar a células mortas e a sujeira, ajudando-as a sair quando a água cair. Se preferir, faça isso separando o cabelo em mechas para garantir que cada parte receba a atenção devida.

Sature o cabelo com água: debaixo do chuveiro, com água morna ou fria, garanta que cada ponto do seu couro cabeludo está saturado com água, e continue realizando a massagem.

Penteie: ainda debaixo do chuveiro, com os dedos, um pente de dentes largos ou uma escova de sua preferência, vá desembaraçando os fios, usando a água como auxiliar para desfazer os nós. Isso irá ajudar a distribuir o sebo pela extensão do cabelo.

Finalize: você não sentirá necessidade de utilizar um zilhão de produtos para manter seu cabelo lindo e saudável com esta técnica. Se mesmo assim quiser utilizar alguma coisa para ajudar na formação dos cachos, utilize algum óleo ou manteiga vegetais, o até mesmo um gel de linhaça. De qualquer forma, utilize apenas coisinhas naturais no seu cabelo, nada de industrializados, ok? Pode ser que seu cabelo leve um tempo para ter toda a extensão dos fios cobertas com a sua oleosidade natural, afinal, você passou muito tempo removendo-a. Por isso, o uso de óleos vegetais e afins irá ajudar a manter seus fios protegidos ao longo do processo de adaptação. E deixe o cabelo secar naturalmente! Evite sempre o uso de secador.

Eu sei que de início a ideia pode parecer loucura, até pra mim está sendo lenta a transição pois, como vocês devem saber, estou aos poucos largando os produtos industrializados e dando lugar a receitas e opções naturais para cuidar do meu cabelo.


O que eu tenho feito:

Há um tempo venho intercalando co-wash ou lavagem natural (com argilas) com o método do Water Only. Quando faço o WO, não hidrato nem nada, apenas ocasionalmente utilizo o vinagre de maçã para garantir que a água morna não levantou demasiadamente as minhas cutículas. Se você não quiser largar de vez do co-wash, intercale! Você verá como o seu cabelo irá sentir a ótima presença do sebo ao longo do comprimento! Como eu sempre digo, SEM NEURA. Experimente, varie, mude, inove, e vá descobrindo o que faz ou não bem ao seu cabelo (; Ah, e se quiser ver algumas rotinas que lavei apenas com água, dá pra ter uma noção do quão bom é (cliquei aqui para ler!)

UPDATE O que eu tenho feito (01/dez/2016):

Do início do ano pra cá, desde que resolvi adotar o WO, já tive várias “recaídas”! Semanas corridas, muito calor, uma fase em que tive algum desequilíbrio micriobiótico no couro cabeludo que provocou mau cheiro, pintei o cabelo (várias vezes), fiz receitas que deram muito errado, enfim…! Acabei ficando um tempo fazendo muito co-wash. Mas não qualquer co-wash. Passei a usar produtos mais naturais pro co-wash, o que foi lindo! Não uso mais parabenos nem produtos com corantes, silicones nem nada! Então meus co-washs também migraram pra um patamar mais saudável também.

Nas últimas semanas, voltei com tudo pro Water Only, e resolvi estabelecer um padrãozinho pra que eu re-adapte. A cada 4 ou 5 WO, um co-wash ou argila. Sendo que várias dessas lavagens WO tenho feito com chás, em especial o chá verde, que já falei bastante dele aqui pelo blog. Pra dar aquela dose extra de saúde e proteção, de vez em quando pingo gotinhas de óleo essencial de melaleuca! Está tudo indo muito bem, um amorzinho só!

Estou pensando em criar um grupo no facebook pra falar sobre essa técnica, o que acham? Se tiverem sugestões de nome também (de preferência abandonando os termos em inglês, o que precisamos fazer urgentemente!) comentem aí pra mim que eu vou ficar muito feliz!

Ah, e para quem ainda não viu, fiz um vídeo bem legal falando sobre os benefícios que obtive ao aderir mais ao water only! Espero que gostem!

O que achou dessa técnica? Já experimentou? Conta pra mim nos comentários! 

 


PARTICIPE DO GRUPO NO FACEBOOK!

48 Comentários


  1. Nossa, como me identifiquei com essa postagem, incrível, penso da mesma forma, Maravilhoso, parabéns, procurava postagens assim, e encontrei seu blog por acaso.

    Gostaria de te dar uma dica, o cravo da índia, sendo em pó ou o óleo, tem propriedades incríveis, é antifúngico, adicione nas receitas naturais.

    Responder


  2. Oi Giovanna! Ótimo post, faço Lo Poo e não conhecia o Water Only. Fiquei interessada e vou testar. Parabéns!

    Responder

  3. Esqueceram de uma coisa: lavando os cabelos sem shampoo, a tintura do cabelo, para quem usa, irá durar muito mais, pois o grande inimigo da tintura é o shampoo.

    Responder

  4. Estou querendo testar esse método para ver se diminuo a queda de cabelo…e também por questões veganas e ecológicas… Uma dúvida: tenho um tubo inteiro ainda de Shampoo a Seco da Batiste. Posso usar nesse período de transição (meu cabelo é oleoso), ou vai atrapalhar a adaptação?

    Responder

    1. Cristiane, que bom que você está buscando uma vida vegana e mais saudável! Acho que você pode ir usando ele beeem de vez em quando, não acredito que interfira muito. Vai reduzindo o uso dele gradualmente até ele acabar 🙂 Beijocas!

      Responder


  5. OI Gi, ouvi falar de water only ontem, pela primeira vez e tive que pesquisar! Parece que não está muito difundido no Brasil ainda né?
    Você se essa técnica tbm é indicada para cabelo liso?
    Amei seu blog, super informativo!

    Responder

    1. Oi Beatriz! Ainda não está difundida não, uma pena! Acabei de criar um grupo no facebook pra gente conversar mais sobre isso! Adicionei o link na postagem, depois dá uma olhadinha :]
      O water only é super indicado pra cabelos lisos sim! Quando vc remove demasiadamente a oleosidade pode estar tendo efeito rebote! Seu corpo, que gastou tempo e energia para produzir seu sebo, percebe a falta e aumenta a produção, para além do normal e necessário, o que não é muito legal, né? Com o tempo (e ele varia de pessoa para pessoa) seguindo o water only, sua produção irá normalizar, e tudo que você precisará fazer é massagear o couro cabeludo e os fios para distribuir o sebo por toda a extensão dos fios!

      Responder

    1. Olá Denis! Piscina de clube/hotel geralmente é frequentada por pessoas que passaram produtos na pele e cabelos antes de entrar, né? Acredito que nessas situações, o ideal é depois lavar com um xampu, mesmo que sem sulfato mesmo, pra garantir que qualquer resíduo mais forte tenha se acumulado. Piscina de academia em geral não contém tanto resíduos ‘perigosos’ assim pro cabelo, e o cloro sai com água mesmo, não precisa de produto, basta enxaguar bem. Quanto à água do mar, não há nada demais, pois a concentração de produto químico nela é muuuuito baixa, o mar é imenso :] O sal sai lavando o cabelo com água doce mesmo, não vejo problemas em continuar com water only! Espero ter ajudado, qualquer coisa é só falar! Bjks

      Responder

  6. Olá Geovana.Parabéns pelo seu blo g e canal.Eu sou caheada bem antes de toda essa reviravolta acontecer,Fiz parecido c esse metodo há 20 anos atrás,bem .
    intuitivo,pois não havia interesse com esse tipo de cabelo.

    Eu gostaria de saber o que você faz antes e depois de pinta seu cabelo, .Já que você está usando esse método.

    Eu entendi que você alterna entre o co-wash e a Argila.Isso e quando você quer retirar o resto de produtos de seu cabelo.E isso?.Então quantas vezes na semana vcê os utliliza ?.

    Você teria um vídeo sobre o que esxplixou nesse artigo?

    Atenciosamente

    Helânia

    Responder

    1. Oi flor! Obrigada!! Eu estou usando ainda um pouco de co-wash e argila porque ainda uso produtos pra finalizar. Ainda não encontrei uma receita caseira que me dê um resultado muito satisfatório na finalização :/ Aí por enquanto estou fazendo isso, mas também estou optando pro cremes mais naturais possível. Eu tenho feito 1 co-wash pra cada 4-5 WO, e a argila encaixo aí aleatoriamente. Quando pinto acabo usando sulfato pq vou no salão…
      Só tenho vídeo explicando os benefícios que obtive com o WO! Adicionei aqui no final do post! Bjs!

      Responder

  7. Oi Gi! Umas perguntinhas basicas se você não se importar. Você sentiu dificuldade de se adaptar? Quanto tempo levou para que seu cabelo ficasse “coberto” com o sebo e ele desse uma aparência legal pro cabelo? Você percebeu uma diminuição no frizz e maior definição?

    Responder

  8. Oi Gi, adorei o post e achei super informativo mas tenho umas perguntas. Você sentiu dificuldade pra se adaptar? O tempo até que seu cabelo ficasse todo “coberto” de sebo foi curto ou demorou um pouco? Uma ultima coisa, tem probabilidade do meu cabelo não se adapatar e acabar ressecando? Sigo a ténica No Poo e faço cowash, senti que meu cabelo melhorou horrores no quesito hidrataçao e queria tentar o WO porque quando fico sem lavar o cabelo e o sebo começa a “descer” pelo fio, sinto que meu cabelo ganha vida e uma hidratação sem igual. Desculpa o textão é que fico muito interessado nessas rotinas/metodos sem industrializados e mais naturais.

    Responder

    1. Olá flor! Não faço ideia do tempo que levo pra eu me adaptar, pq realmente não tive problemas. Eu comecei na verdade a espaçar mais os co-washs, ficando cada vez mais tempo sem usar condicionador. O problema é que, como eu continuo usando cremes de pentear industrializados, ainda sinto que preciso de vez em quando fazer co-wash… E realmente o cabelo fica impressionante de bom conforme a gente deixa a propria natureza tomar conta *-* Espero ter ajudado, qualquer coisa é só falar! Bjsss

      Responder

  9. Olá Gi, finalmente uma blogueira brasileira falando sobre water only! Que sorte encontrar o seu blog! Por muito tempo faço no poo no meu cabelo, porém agora quero me libertar completamente dos industrializados. E decidi que vou começar o water only! Porém tenho dúvidas, espero que possa me ajudar…No WO posso usar de vez enquanto algum óleo vegetal? Ou óleo essencial? A água por si só, tiraria todo o acúmulo desses óleos no cabelo? E usar tintura + ox liberados para no poo, estragariam a técnica de usar apenas água?
    Parabéns pelo blog!
    Beijos

    Responder

    1. Olá Letícia! Que bom que me achou \o/
      Vc super pode usar óleos essenciais seguindo o WO, só não sei muito bem como vc faria pra remover os óleos vegetais mesmo… Mas não acho que estragaria a técnica vc de vez em quando fazer umectação e remover com um condicionador (de preferencia um que seja mais natural, orgânico… rs)
      Usar tintura não estraga não, mas talvez volte algumas casas no processo de cobertura do fio pelos seus óleos naturais (:
      Dps dá uma olhadinha no vídeo que eu acabei de publicar no meu canal, falo um pouco sobre isso! Beijocas e obrigada!

      Responder

  10. Oi Gi, gostei muito do seu post. Tentei lavar meu cabelo só com água, mas na primeira lavagem ele já ficou MUITO oleoso. Meu cabelo é meio de ondulado para liso. Alguma sugestão!?

    Responder

    1. Oi Evelin, fico mt feliz que tenha gostado! O que vc pode fazer é, antes de propriamente entrar no banho pra lavar, umedecer o cabelo um pouco e ir massageando o cabelo, como se estivesse penteando/enluvando, de forma que você estará levando a oleosidade do couro cabeludo em direção às pontas. Assim você distribui o seu sebo natural para o comprimento do cabelo e remove o acúmulo dele na raiz. Pode ser que vc demore um pouco a dominar essa técnica e encontrar o seu jeitinho de fazer dar certo, mas valerá a pena! Espero que consiga <3 beijocas!

      Responder

  11. Oi, eu gostei muito da sua ideia, parabéns!
    Mas é o cheiro, como fica?

    Responder

    1. Olá flor, que bom que gostou! O cheiro fica normal! A não ser que você esteja com algum desequilíbrio ou problema no couro cabeludo, o cheiro fica normal mesmo, cheiro de nada rs.
      A pele é autolimpante, a gente só facilita as coisas (de maneira não agressiva de preferência) 🙂 Só tomar cuidado para ver se não está com nenhum fungo, bactéria ou algo do tipo, mas esse cuidado é bom ter sempre!
      Ainda mais quando se usa detergentes no cabelo, que removem toda a proteção da pele. Bjsss

      Responder

  12. Palmas palmas!! Muito difícil ver alguém que pensa fora da caixa da era industrial. O mundo precisa de mais pessoas assim, que entendem que a maior parte de nossas necessidades foi inventada para obter lucros. As pessoas estão cada vez mais afastadas da natureza e acham que essa selva de pedra é o lugar da onde viemos e da onde não podemos sair, senão não teremos qualidade de vida.
    Minha mãe tem o cabelo liso. Ela geralmente lava apenas com água, e quando ela vai buscar água na mina pra bebermos, ela aproveita pra lavar o cabelo lá porque claro, a água tratada é um veneno, uma ilusão, um produto como qualquer outro. O cabelo fica mil vezes mais macio do que quando lava em casa. Ela usa nos cabelos apenas de água, óleo do coco, babosa, vinagre de maça e aveia, e de vez em quando outras coisas naturais, como abacate. Eu tentei adaptar, mas meu cabelo tem progressiva e estou em transição, mas já excluí muitos componentes nocivos das fórmulas e também uso muita coisa natural. Até na pele agora só óleos pra hidratar, e claro, se cuidar de dentro pra fora é o que mais importa.
    Amei seu blog, parabéns!!

    Responder

    1. Que demais que estamos desconstruindo isso, Jade! Adorei o relato, realmente você disse tudo! A natureza tem tudo que a gente precisa, não podemos nos afastar dela e virarmos reféns da indústria! Fico muito feliz que tenha gostado :*

      Responder

    1. Bactérias? Rsrsrs
      Se você tiver com algum desequilíbrio, fungos, infecções etc, tem que ir ao médico! Xampus com sulfato só vão remover sua proteção natural e favorecer o desenvolvimento desses problemas :*

      Responder

      1. Médico? Sinceramente confio cada vez menos nas “boas intensões” da medicina. Eu tenho eczema seborreico no couro cabeludo e até agora nenhum químico resolveu o problema. Acredito que a vertente psicológica e os bons hábitos são tão ou mais eficazes que qq tratamento médico. Comecei recentemente a lavar o cabelo apenas com água, mas o meu couro cabeludo é muito oleoso (provavelmente devido ao problema mencionado acima) e até agora não está a resultar como esperado. Alguma sugestão? O meu cabelo é ondulado…
        P.S. Gostei bastante do seu post. Muito coerente! :*

        Responder

          1. Nunca experimentei, mas vou tentar arranjar. Quem sabe com o tempo não noto melhoras? Como deixei o champô de repente, sem passar por nenhuma fase de transição, o meu cabelo pode estar a ressentir-se mais que o normal.
            Ah e queria ter escrito “intenções” no primeiro comentário… :3
            Obrigada pela dica! Bj



    1. Em teoria não, pois seus fios estarão com a sua proteção natural, criada pelo sebo. Ele irá formar uma película em volta dos fios que protegerá mais!

      Responder





  13. Interessante o post, esclarecedor, desafiador o método, mas vou experimentar. Bjks

    Responder




  14. Muito bom o post, Gio! Sabia muito pouco da técnica WO e consegui entender através dele. Pretendo aderir assim que acabar os meus produtos aqui. Parabéns! 🙂

    Responder

    1. Obrigada!! Fico mt feliz em ter contribuído, Joelle! Tô aderindo aos poucos, tb tenho vários produtos aqui ainda, mas vou intercalando heheheh beijocas!

      Responder

Comente sobre esse post!