SUPER Manual: Cabelo Ruivo com Henna

Sempre me perguntam sobre a cor do meu cabelo, como eu fiz pra chegar nesse tom que não desbota, etc. Toda a informação do processo que fiz pra chegar nessa cor está difusa em alguns posts aqui no blog, então resolvi concentrar tudo aqui nesse Super Manual pra não deixar dúvidas! Acho que eu posso dividir minha trajetória com o ruivo em alguns passos:

  1. Clareamento com Sun In (ler)
  2. Tonalização com Garota Veneno (ler)
  3. Abertura do tom da base com tinta (ler)
  4. Primeira hennada (ler)
  5. Clareando o cabelo já hennado (ler)
  6. Retoques de raiz (ler)

Vou contar como foi cada um, mas recomendo que você leia os posts originais pra entender melhor, beleza? Mas já aviso: cada cabeça uma sentença! Não quero dizer que se você fizer tudo isso como eu fiz que seu cabelo ficará no mesmo tom que o meu! E nem que você precisa fazer tudo isso pra chegar nessa cor. Na verdade, acredito que os passos 1 e 2 não tenham tido muita influência no resultado final, não, então estarei omitindo essas etapas nesse post, que é voltado para a HENNA, ok? Vamo que vamo!

Ah, já tem um super vídeo no canal mostrando tuuudo da aplicação da henna no meu cabelo e afins! Assista-o antes de ler esse post, vai te preparar pro que vem aí!


Entenda como a Henna funciona

Primeiro de tudo: você sabe o que é a Henna? Ela é uma planta, um grande arbusto ou pequena árvore que cresce em lugares de clima quente e seco, e seu nome científico é Lawsonia Inermis. As folhas de Henna são colhidas, secas e moídas, e elas possuem a molécula de Lawsone, que é um pigmento que, quando liberado tem cor laranja/acobreada e é capaz de tingir a pele e o cabelo. Se quiser saber mais sobre a henna, aqui você encontra uma apostila completíssima sobre ela!




Você provavelmente já viu as hennas da marca Surya Brasil sendo vendidas, mas não é dessa que estamos falando, e sim da henna em pó 100% pura! As da Surya são naturais, porém são misturadas com outras ervas para obterem tonalidades diferentes, como castanho, preto, acaju, etc. Em lojas físicas você encontra henna 100% pura da marca Weleda, e em lojas virtuais você pode comprar pelo site da Casa da Índia que é a que eu utilizo. As hennas da Casa da Índia são vendidas tanto a 100% pura (caixa marrom, a que eu utilizo), a Composta (caixa verde, com outras ervas mas que não alteram a intensidade nem a tonalidade do ruivo) e a com Índigo (caixa azul que, sobre cabelos já hennados, escurecem a cor!).

A henna precisa de uma base mais clara do que o resultado que você quer para pegar. Não adianta acreditar que cabelo escuro vai ficar ruivo acobreado só com a henna… Não. Cada vez que eu preciso retocar a raiz preciso clareá-la antes de passar a henna. Se seu cabelo é bem escuro, precisará fazer o mesmo. Ah, henna não pega em cabelo poroso! Cuide do seu cabelo antes de hennar, invista em tratamentos com proteínas e óleos vegetais caso ele esteja com alta porosidade!

A henna não desbota!

Estrutura capilar: Medula, Cortex e Cutícula!

Uma vez hennado, seu cabelo terá reflexos ruivos para todo o sempre! Isso se deve ao fato do pigmento Lawsone ser muuuito pequeno, sendo capaz de penetrar profundamente as camadas do nosso fio e ficar lá, forever  – ok, não é pra tanto, mas será por um longo tempo pelo menos! Antes de tudo: se você não sabe o que é Henna, leia esse post aqui e depois volte! O tipo de pigmentação que a Henna deposita no cabelo é diferente da das tinturas, pois o pigmento, o Lawsone, se une à queratina de forma permanente, então os reflexos laranjas/ruivos/acobreados permanecerão firmes e fortes!

Quanto mais tempo você ficar com a mistura da Henna no cabelo, mais as moléculas de Lawsone irão penetrar no fio. Por isso que é complicado dizer que a Henna escurece o cabelo conforme você deixa mais tempo, faz mais aplicações ou utiliza receitas mais concentradas. Não é que ela vai tender ao marrom/preto, e sim a cor ficará mais intensa! Em um fio muito claro, uma aplicação fraca (ou seja, diluída, feita por pouco tempo, etc) irá deixar um laranja/ruivo muito claro, pois pouco Lawsone terá se fixado. Mas se você fizer uma investida maior, ficará um cobre super intenso, “mais escuro”.

Diagrama Esquemático da Pigmentação com Henna no Cabelo: quando a mistura da henna cobre o fio, o Lawsone migra gradualmente da henna para o fio, fixando-se junto à queratina!

Escolha a sua base

Quando eu digo base me refiro à cor do seu cabelo antes de receber a henna. Se você não entende absolutamente nada de colorimetria (a ciência das cores, tonalidades e reflexos obtidos pelas tinturas capilares) se liga nesse guia basicão aqui:

Clique para ampliar!
Clique para ampliar!

Como você já deve saber, as tintas possuem numerações. O número antes do ponto (de 1 a 12) indica o quão claro e escuro será a cor, então quanto maior o número, mais claro. Já o numero depois do ponto indica de fato a cor, os reflexos, as nuances. Então para um tom avermelhado procure por algo .6, por exemplo.

Vale lembrar que se você tiver o cabelo natural, virgem, num tom 6 como o meu, por exemplo, e jogar uma 10, ele não irá ficar num tom 10 de primeira. Esse processo de clareamento bruto é obtido rapidamente apenas com descoloração, e não com tintas. Então é sempre bom fazer teste de mecha pra saber se a tinta que você escolheu chega na base que você quer antes de passar em tudo, viu? Agora repete o seguinte mantra comigo: “EU NÃO PRECISO DESCOLORIR MEU CABELO PARA FICAR RUIVA”. Entoe isso 10 vezes todos os dias antes de dormir por 7 dias.

Brincadeiras à parte, é verdade isso, pessoal. Não há porquê descolorir seu precioso cabelo pra hennar depois! A não ser que você queira um laranja fantasia à lá Hayley Williams em 2007. Se você busca um tom de ruivo 8, é bom ter uma base num tom 9 ou 10, porque ela fecha o tom um pouco como já expliquei acima. Essa base não precisa ser ruiva, pode ser loira ou um ruivo já desbotado. Se você fizer como eu e escolher uma base avermelhada, o resultado final vai ficar mais avermelhado, se a base for mais pro dourado, vai ficar um pouquinho mais dourado, e por aí vai. Não precisa descolorir o cabelo! É até recomendado que você não o faça, pois a henna não pega em cabelo poroso! No meu caso, que usa uma tintura mais avermelhada pra clarear, esses reflexos vão desbotando com as lavagens mas a henna fica!

O tom que você precisa chegar é o tom final que você deseja para o seu cabelo após a henna! Só que ele não terá os reflexos acobreados, que é o que a henna promove.




Sobre a minha base

Usei uma mistura de 1 tubo de 9.0 e 1 3/4 de 8.4 da marca Aquaflora. Na raiz, ox de 20 e no comprimento ox de 30. Tem resenha dessas tinturas aqui. Pintei no mesmo dia que hennei, e a juba estava assim antes de hennar:


O preparo da mistura

Para que seja possível aplicá-la, você precisa misturar a henna com ingredientes líquidos para formar uma pasta e liberar o pigmento.

Líquido

  • Ácido – suco de limão ou de laranja ou vinagre de maçã são boas escolhas! Devem ser sempre diluídos em água, no máximo 1:1 (ou seja, nunca utilize mais ácido que água! Seu cabelo pode ficar muito rígido e até mesmo ter corte químico.). Se não quiser arriscar, 2 partes de água para 1 de ácido é uma boa!
  • Água morna – deve estar quentinha o suficiente para que você aguente manter seu dedo dentro dela confortavelmente. A água morna já ajuda a liberar o pigmento, mas há quem diga que demora mais e que a cor não fixa tão bem nos cabelos depois…
  • Combinação dos dois – a parte de água da diluição do ácido pode ser água morna!

Proporções

A relação entre gramas de henna X ml de líquido são importantes para o resultado final, na medida em que uma mistura mais líquida deixará a cor menos intensa e mais clara (líquida demais pode correr o risco de não pegar também! Exemplo: 50g de henna e 400ml de líquido – pouca henna para pouco líquido! A mistura clássica que vejo por aí é 400 a 500mlde líquido e 100g de henna. Ou seja, se a sua receita for mais concentrada, seu resultado será mais intenso e mais escuro.

OBS: isso de ser “mais escuro” não quer dizer que vai ficar castanho não! É só você pensar num chá, café ou qualquer diluição que você queira: se você adiciona muita água, a cor é mais clara porque tem pouco pigmento. Se for mais concentrado, acaba escurecendo pois a cor fica mais intensa! É o mesmo com a henna aplicada ao cabelo: se seu fio estiver claro, quanto mais henna “grudar” mais longe do loiro será seu resultado, tendendo a escurecer um pouco. Eu disse um pouco, ok!? Não se desespere que você não ficará morena hihihi (a não ser que sua base esteja escura e a henna não pegue tanto).

Aditivos

Ao mix henna+líquido pode-se adicionar coisinhas para modificar um pouco o tom! Porém todos esses ingredientes são temporários, vão saindo com as lavagens.

  • Chá de Hibisco – pode substituir uma parte da água da receita por esse chá, para ter um tom levemente puxado pro vermelho/rosa
  • Açafrão – adicione um pouco de açafrão à mistura para ter o resultado final mais douradinho
  • Urucum/Colorau – adicione para ter o resultado mais puxado para o vermelho vivo
  • Creme de tratamento – se você quiser tonalizar seu cabelo levemente, depois de feita a mistura e o pigmento já liberado, adicione um creme para diluir mais a mistura e ter um efeito de tonalizante! Mas só faça isso imediatamente antes de passar no cabelo, ok?




Como misturar

Pegue um pote grande (pode ser o famigerado pote de sorvete ou qualquer recipiente grande) e adicione os líquidos. Vá adicionando a henna aos poucos e misturando bem para que não fique empelotada. É importante ressaltar que não se deve utilizar nada de metal para armazenar ou misturar a henna! O metal pode alterar a pigmentação da henna! Plástico, vidro e madeira estão liberados! Depois de completamente dissolvida cubra o recipiente com papel filme e aguarde!

Minha receita da primeira hennada

  • 1 pacote e 1/2 de henna 100% pura da Casa da Índia (caixa marrom)
  • 450 ml de água morna
  • 150 ml de vinagre de maçã

Tempo de Descanso e Teste de Pigmentação

É preciso realizar o teste para saber se o pigmento da henna foi liberado, pois isso demora um pouco, e depende muito do clima da sua cidade. Em geral em temperaturas mais altas o pigmento é liberado mais rapidamente, mas é sempre bom acompanhar. Existe um gráfico de pigmentação (essa aqui abaixo – a faixa vermelha indica que o pigmento foi liberado) que você pode consultar, mas de acordo com ela o pigmento da nossa henna só liberaria em 12h e em 5h já tinha liberado na boa rs.

hennadyerelease

O teste consiste em aplicar um pouquinho da mistura na palma da mão, aguardar 2 minutinhos e lavar em água corrente. Se a mão ficar manchada de laranja é porque já está boa! A mancha deve estar intensa, se estiver fraquinha cubra a henna novamente e aguarde 40 minutos e repita o teste. Ah, lembrando que é bom dar uma misturada na henna antes de realizar o teste, pois ela dá uma decantada!


Aplicação

Coisinhas que você vai precisar (além da henna)

  • Uma roupa que possa sujar
  • Luvas!!!!
  • Pincel
  • Presilhas de plástico
  • Touca de plástico
  • Papel filme
  • Uma camiseta ou toalha velha extras
  • Um óleo, creme hidratante ou qualquer produto para passar na testa, orelha e nuca para não manchar da henna. Eu usei óleo de côco e um creme hidratante! Isso não impede 100% de manchar, mas as manchas vão ser bem mais fáceis de remover se você fizer isso.
  • Jornal para forrar o chão do banheiro (não faça em outro lugar, vai por mim! banheiro é mais fácil de limpar) – ou então faça dentro do box
  • Adoçante e algodão para limpar as manchas que ocorrerem
  • Paciência, tempo e disposição 
  • Não ter medo ou nojo de se sujar todinh@ de lama
  • Certeza absoluta de que quer ficar ruiva/ruivo porque a henna não desbota mesmo!

Aplicação

Você pode optar por aplicar a henna no cabelo seco ou úmido. Eu, por exemplo, que possuo o cabelo cacheado, sei que seria inviável aplicar no cabelo seco simplesmente porque não dá pra penteá-lo seco, não dá pra separar as mechas! Então se você tem cabelo cacheado/crespo, umedeça ele antes e desembarace. Vista sua roupa de guerra, prepare o ambiente, pegue TUDO que você vai precisar e se joga!

Para não ficar usando o pote de sorvete, transferi a henna para um pote menor, de plástico. Acontece que a mistura da henna estava muito grossinha, ruim de misturar e aplicar, então fui adicionando água aos poucos até que ficasse mais “trabalhável”, direto no potinho mesmo. Então conforme fui precisando, passava a henna (concentrada) do potão para o potinho e fazia a diluição.

A aplicação você confere de forma mais didática no vídeo do canal que botei logo no início aqui do post, não tem jeito. É bagunça mesmo!

Tempo de Ação

Mais ou menos o mesmo esquema de usar uma receita mais diluída ou mais concentrada – quanto mais tempo, mais intensa será a cor obtida! O mínimo que eu vejo as pessoas deixando a henna no cabelo é de 2h, e já vi também deixarem por 6h. Deixar de 3 a 4 horas é um bom tempo, mas vai da sua vontade!

Eis como fico meu cabelo logo depois da primeira hennada:


Oxidação

Dizemos que a henna oxidou quando a cor estabiliza! Isso acontece porque o pigmento ainda está sendo absorvido e fixado nos fios, e ao fim desse processo nota-se uma mudança leve na cor.

Nos primeiros dias depois de hennar a cor fica muito chamativa, neon, radioativa, marca-texto rs. Muita gente gosta – eu amo! Depois de passados 5 a 7 dias ela perde essa característica e fica mais natural, mais igualada, e até mais escura um pouquinho dependendo do caso. Tem gente que diz que clareia, tem gente que diz que escurece… Eu acho que só perde o efeito radioativo mesmo, mas acho que depende de cada pessoa!

Depois de oxidado meu cabelo ficou assim:


É possível clarear o tom depois de ter hennado?

Sim, é possível. A melhor coisa que você tem a fazer para entender melhor desse processo é ler o post que eu fiz contando como eu clareei o meu cabelo depois de já ter hennado. Mas pelo que eu já estudei sobre a Henna – não só vendo casos de pessoas que tentaram clarear, mas pesquisando sobre a ciência desses processos, o Lawsone me parece ser mais resistente que a Melanina (nosso pigmento natural do cabelo) no processo de clareamento com a água oxigenada. Então quando o seu cabelo já está com o Lawsone nele e você passa uma tintura para clarear (ou seja, numerações 9.0 até 12.0 e oxigenada de volume 30) ou um pó descolorante (também com ox de 30, nunca mais do que isso! Ox de 20 volumes quase não clareia nada, mantém o tom), quem irá sofrer o clareamento serão as moléculas da sua base, ou seja, as de Melanina, enquanto as de Lawsone pouco serão alteradas.




Em resumo, a minha tese é que você não irá remover facilmente o Lawsone. Elas grudam mesmo no cabelo, sabe? Clarear você consegue, mantendo a tonalidade ruiva.

Manual: Clareando Cabelo Com Henna


Como retocar a raiz?

A primeira coisa que você precisa ter em mente é repetir a base que você tinha antes de hennar para que, depois que você retoque com a henna de novo, tudo fique da mesma cor. Então é só isso mesmo, fim! Hahhaah

O que eu tenho feito atualmente é usado a seguinte mistura de tintas:

  • 1 tubo de Acquaflora 8.4
  • 1 tubo de Acquaflora 9.0
  • 1 ox Acquaflora 20 volumes
  • 1 ox Acquaflora 30 volumes

Uso isso na raiz e fim! Nada de comprimento! Eu tenho muito cabelo, por isso essa quantidade toda de tinta… Já a mistura da henna tem sido:

  • 1/2 pacote de Henna Casa da Índia (caixa marrom)
  • 60ml de vinagre de maçã
  • 160ml água morna
  • Deixo agindo por 4h no mínimo.

Essa mistura da henna é mais líquida, tenho preferido isso à misturas muito grossas. E dá pra cobrir beeem a raiz e ainda jogar pro comprimento pra dar um brilho a mais!

Retoquei minha raiz semana passada, e a juba ficou assim:

 

Comente sobre esse post!