Cachos da Gi

Sobre mim

Carioca, 24 anos, formanda em Engenharia Ambiental, vegana desde os 18 e feminista desde sempre. Na busca constante por uma vida mais integrada com a os ciclos da Natureza, gerando menos lixo e mais valor ao que é essencial.

Desde nova sonho em ajudar a construir cidades mais limpas, inclusivas e integradas à Natureza. Sempre me incomodou a forma como as cidades atuais foram desenhadas para separar o ser humano da vida natural, e vemos inúmeros problemas que isso causou não só para nós mesmos enquanto civilização, mas também para as outras formas de vida que habitam a Terra conosco. Por isso decidi me tornar Engenheira Ambiental e trabalhar para criar cidades mais justas, limpas e inteligentes, garantindo saneamento básico, dignidade e qualidade ambiental para todes.

Busco, em tudo que faço, me conectar às minhas raízes ancestrais e ouvir o que elas me dizem sobre a forma como vivo para construir uma trajetória que faça sentido e seja o menos nociva possível para o Meio Ambiente – ao contrário, que seja regenerativa e respeite a minha própria Natureza. Isso vai desde a minha alimentação à forma como cuido do meu corpo, do meu cabelo, da minha casa e das pessoas que eu amo. Procuro ao máximo não me conformar com o status quo, e sim questionar e subverter as imposições que o sistema vigente coloca sobre as nossas vidas.

Comecei este blog em 2015, que se transformou diversas vezes mas sempre teve como principal objetivo registrar e compartilhar a minha jornada com meu cabelo. Desde que abandonei o alisamento e comecei a transição capilar, em 2014, passei a testar formas alternativas e naturais de manter meu cabelo saudável e bonito. 

Em 2016 descobri a rotina Water Only (que hoje chamo de Chá Poo) e observei que não havia conteúdo sobre essa técnica em português, o que me motivou a começar a produzir conteúdo sobre isso. Timidamente, no mesmo ano, postei meus primeiros vídeo no Youtube. Comecei, então, a estudar cada vez mais sobre essa técnica de lavagem capilar só com água em culturas diferentes, lendo relatos e experiências de pessoas em diferentes países que se aventuravam a ir contra a indústria cosmética e resgatar cuidados ancestrais consigo. No ano seguinte criei o primeiro grupo no Facebook do Brasil sobre a técnica e hoje ele conta com mais de 14 mil pessoas.

Ao longo desses anos li diversos artigos científicos, vi horas e horas de vídeos, debati em fóruns online com milhares de pessoas, sempre buscando aprender mais sobre essa forma simples, mas revolucionária, de cuidado capilar. Em 2020 retomei com maior intensidade a produção de conteúdo para a internet, tanto no Youtube quanto no Instagram, e hoje formamos uma comunidade virtual linda de naturebas em constante aprendizado! 

Sempre recebi um retorno muito positivo das pessoas que se identificaram com a mensagem que passo, e essa troca é algo muito importante para mim, pois me faz sentir conectada com um propósito muito maior que eu. Sou muito grata por isso e por ter a oportunidade de plantar uma sementinha que floresce em cada vez mais pessoas que possuem a missão comum de levar uma vida mais leve e conectada à Natureza. 

Vamos juntes?

20210324_161141-01