10 Dicas para Melhorar a Saúde do Couro Cabeludo – Por Cabelos Mais Fortes!

saude couro cabeludo

Meu cabelo cai muito!” “Os fios são muito fraquinhos, quebram fácil” “Não consigo fazer meu cabelo crescer” são algumas coisinhas que podem ocorrer quando se tem o couro cabeludo fraco, no sentido de que ele não “prende” muito os fios, dificultando seu crescimento, sua permanência e resistência. Em casa mesmo você pode testar coisinhas que, à longo prazo, farão seus fios crescerem mais fortes, aumentando a saúde do seu couro cabeludo e garantindo cabelo ainda mais lindos (: Por causa dos fios, a pele do nosso couro cabeludo absorve mais coisas que regiões não pilosas, então é bom usar coisas boas, naturais, potentes, pra “alimentar” seus bulbos!

Atenção: essas dicas são apenas dicas básicas, mas se você sofre com queda, fios fracos e muito quebradiços cronicamente (há muito tempo, não há nada que melhore), PROCURE UM(A) DERMATOLOGISTA! O problema pode ser maior do que você imagina! Meu intuito com esse post é apenas dar alternativas que você pode tentar em casa, não necessariamente elas serão suficientes para resolver o seu problema ou mesmo curá-los.
Vá ao médico!!

 

1 – Óleo de Rícino

Massagear óleo de rícino no couro cabeludo e deixar agindo por 30 min pode ser algo fantástico para o seu couro cabeludo. Muitos dizem que esse óleo ajuda no crescimento capilar, atuando contra alopecia, e calvície. Não fará um careca ganhar um cabelão, mas pode auxiliar você que se incomoda com a pequena quantidade de fios. Você encontra óleo de rícino (mamona) facilmente em farmácias, pois é vendido como laxante, e é baratinho! Caso ache ele muito grosso e difícil de aplicar, misture ele a um pouco de outro óleo vegetal como o de côco ou de semente de uva, que são mais leves. Já usei ele bastante, clique aqui para ver como! Mas antes de usar, atenção à isso aqui:

oleo de ricino

2 – Inversão Capilar

A inversão capilar é uma técnica que estimula o crescimento capilar ao “levar o sangue pra cabeça”, literalmente ficando de cabeça pra baixo. Você começa massageando o couro cabeludo (pode usar algum óleo vegetal nesse momento, mas é opcional. Há quem garanta que combinar a massagem com óleo de rícino com a inversão capilar é ainda mais eficiente) com os dedos, fazendo movimentos circulares por toda a raiz. Capriche, fique uns 3 minutinhos se dando esse carinho! Depois deite na cama, no sofá, numa poltrona, o que seja e deixe a cabeça para baixo, como nas imagens acima. Você pode tanto ficar com o rosto e barriga para cima quanto colocar a cabeça entre os joelhos, o que achar mais confortável! Espere 4-5min nessa posição! Sinta o sangue chegar na cabeça, relaxe. Quando você aumenta a circulação ali, tendo ativado-a antes com a massagem, você estimula o crescimento e renovação dos folículos pilosos, e se de quebra ainda estiver com algum óleo sobre ele, a absorção será ainda mais potente.

Faça isso todos os dias por uma semana (caso use óleos, não precisa usá-lo todos os dias, faça apenas antes de lavar pra não precisar ficar com ele na cabeça. E nem preciso dizer pra não lavar todo dia né?) e fique sem fazer por 3 semanas. Depois faça novamente por uma semana, pause três. Esse tempo de descanso é importante para a eficácia da técnica, pois se não o cabelo “acostuma” e para de dar resultado.

3 – Café

Há duas formas de utilizar a cafeína para estimular o crescimento capilar – sua eficácia já foi estudada! Uma é o xampu bomba, onde você adiciona uma colher de sopa de café em pó ao seu xampu e vai usando. Acredito que dê pra fazer o mesmo com condicionadores para co-wash! Apenas tome cuidado se nota alterações inesperadas no cheiro, cor e textura do produto. Caso ocorram, suspenda o uso, ok!? Não é esperado que o café reaja. Outra forma é a massagem ou esfoliação com café, que pode ser feita com uma mistura de café em pó com um condicionador ou óleo vegetal. E aí é só de fato massagear por todo o couro cabeludo, quanto mais massagem mais estimulada será a circulação e melhor será a absorção da cafeína.

4 – Chás

Eu amo lavar meu cabelo com chás. O cheiro é sempre uma delícia, o cabelo fica super leve e com sensação de frescor. Fiz um Manual dos Chás e suas Funcionalidades onde você pode escolher o que melhor pode ser usado para o seu caso, tem muitas opções! Para usar basta preparar o chá e esperar ficar morninho, quase frio. Eu gosto de colocar numa embalagem que facilite a aplicação (utilizo uma de um creme de pentear já limpa, que possui um bico fino) e na hora basta aplicar diretamente sobre o couro cabeludo. Gosto de tirar o excesso de umidade antes também pra que a água que esteja sobre o cabelo não dilua o chá e o faça escorrer para o comprimento dos fios (caso o benefício que eu desejo dele seja algo no couro cabeludo propriamente).

Caso você não seja tão fã do water only como eu, pode lavar o cabelo da maneira que gosta mais e depois aplicar o chá. Ah, gosto de deixar ele sempre repousando por uns minutinhos, com uma touca, e depois enxáguo com água fria e condiciono normalmente.

5 – Argila Branca

Misturando para dissolver bem

A argila branca possui propriedades cicatrizantes e antissépticas, tornando-se indicada para peles irritadas e sensíveis, além de reduzir a porosidade dos fios e ajudar na retenção da hidratação. Para utilizá-la basta dissolver um pouquinho da argila em água (preferencialmente mineral, mas pode ser filtrada ou mesmo direto a do chuveiro) e aplicar por todo o couro cabeludo, massageando. Deixe agindo por uns 2 minutinhos e enxague bem. Não precisa aplicar a argila pelo comprimento dos fios se não quiser, pois quando você enxágua você já limpa o comprimento também! Gosto de retirá-la com água morna, acho que sai mais fácil. Quer saber mais como eu faço? Clique aqui!

6 – Óleo Essencial de Melaleuca

Com a ajuda do óleo essencial de melaleuca, seu couro cabeludo recebe um tratamento riquíssimo que ajuda a combater irritações, ressecamento ou oleosidade excessivos, caspa e demais problemas que estejam afetando-o. É um óleo com alto poder de cicatrização, além de ser antisséptico, bactericida, fungicida e desodorante. Ou seja, tudo de bom! Mas cuidado! Óleos essenciais não são como os óleos vegetais que estamos acostumad@s a usar. São hiper concentrados de propriedades botânicas naturais que devem ser usadas com calma, em doses pequeninas. Devem sempre ser aplicas misturadas a outros veículos, sejam eles óleos vegetais ou argilas. 2 colheres de sopa de óleo vegetal ou argila dissolvida para 3 gotinhas de OE de melaleuca já é uma quantidade ótima!

7 – Vitaminas

Ampôlas, tônicos e afins, próprias pra cabelo! Se joga! Nada de usar complexo vitamínico pra cachorro/cavalo! Por favor! Existem vários tipos de ampôlas e tônicos legais, como o Extrato de Jaborandi da Bioextratus, o spray Rapunzel da Lola Cosmetics e o Tônico de Alho Gota Dourada (não possuem petrolatos nem silicones insolúveis!).

8 – Abandone o Sulfato

chega de sulfato

O sulfato enfraquece tudo – couro cabeludo e fios! Ele remove toda a oleosidade, inclusive a camada lipídica natural dos seus fios. Toda a oleosidade que o seu próprio organismo produz pra proteger a pele e os bulbos capilares. Se você remove tudo com xampu com sulfato (sodium lauryl sulfate), querid@, isso pode estar acabando com a estrutura do seu couro cabeludo. Espuma? Cabelo áspero? Esquece isso, é destruição total! Use xampus sem sulfato, faça co-wash ou entre pro water only 😀 Saiba mais sobre tudo isso de abandonar xampu com sulfato aqui!

9 – Deixe o Cabelo Respirar

Dormir com ele molhado e lavar ele todo dia são erros terríveis! Você pode estar facilitando a proliferação de fungos e bactérias no seu couro cabeludo! Sério, isso é muito importante. Seu cabelo precisa respirar, descansar dessa overdose de componentes químicos e umidade.

10 – Comer bem e beber água sempre!

É óbvio e repetido? É! Mas não adianta o seu organismo estar deficiente em água e nutrientes e querer que ele produza muitos fios incríveis, fortes, etc. Cuidar de dentro pra fora é tão importante quanto de fora pra dentro, ok? Não descuide disso! Coma vegetais frescos, não exagere em alimentos  gordurosos no dia-a-dia e evite não fique muitas horas sem se alimentar, beleza?


Espero que ajude! Me conte se você já testou alguma dessas ideias! Beijocas!

2 Comentários


  1. Oi, blog fantástico adorei!!

    Eu uso argila verde para hidratar o cabelo, a minha receitinha é essa aqui

    1 colher rasa de argila
    1 colherinha di maizena
    2 colheres de mascara capilar
    2 colheres de óleo de abacate
    1 colher de manteiga de karité mas é opcional

    Misturar tudo, colocar no cabelo, por a touca e deixar no cabelo mais ou menos 1 hora, as vezes eu deixo muito mais e nunca deu problema não

    Lavar com shampoo sem sulfato e condicionador

    O meu cabelo fica bem cacheadinho e definido com essa receita. Eu tenho muito cabelo e ele faz uma ondas feias e fica elétrico parecendo um telhado, com essa hidratação ele cacheia legal 🙂

    Responder

    1. Adriana, que receita incrível!! Adorei! Vou testar, com certeza! Obrigada pela dica, e fico muito feliz de ter curtido o blog! :*

      Responder

Comente sobre esse post!